brasil.gov.br

Análise da Autenticidade Celular

Serviço disponível no Inmetro para laboratórios que utilizam culturas celulares como plataforma para geração de produtos biotecnológicos e banco de células.

Ações Inovadoras

O Inmetro oferece serviço de ensaio de autenticidade celular segundo a Norma ANSI/ATCC ASN-0002-2011, para determinação da funcionalidade e autenticidade de linhagens celulares, com foco naquelas relacionadas à geração de bioprodutos de interesse nacional. O ensaio é dividido em quatro etapas:

  • Extração e purificação do DNA da amostra;
  • Multiplicação dos marcadores genéticos e marcação simultânea dos marcadores genéticos com moléculas fluorescentes, por meio da reação em cadeia da polimerase (PCR);
  • Eletroforese capilar – separação dos fragmentos de DNA (STR) com base no tamanho e carga elétrica e, ao mesmo tempo, a detecção desses. A eletroforese capilar é feita em um analisador genético que utiliza um laser e um detector CCD para diferenciar os fragmentos pela molécula florescente que carrega; e
  • Interpretação dos dados por programa específico para confecção dos relatórios de ensaio.

A tipagem genética por STR utiliza nove marcadores genéticos de STR, como sugerido na Norma Internacional ASN-0002: D5S818; D7S820; D13S317; D16S539; D21S11; TH01; TPOX; CSF1PO e vWA, marcadores para gênero (amelogenina). O número de marcadores pode aumentar caso haja necessidade.

Para fins de confirmação da origem humana das células utiliza-se a detecção de sequências curtas de repetição, presentes em todos os animais, espécies específicas e capazes de discriminar um único indivíduo dentro de uma população. O perfil genético da amostra é comparado a um perfil preestabelecido e disponível em bancos de dados de acesso público. A robustez do método permite, caso a amostra analisada não pertença à linhagem a qual está previamente designada, encontrar através de buscas nesses bancos de dados, a real linhagem celular a qual aquela amostra pertence.

 A confirmação da pureza e identidade das culturas de células é uma etapa importante da avaliação da conformidade do material biológico. A manipulação de múltiplas linhagens celulares no mesmo laboratório introduz a possibilidade de contaminações cruzadas. Além disso, as culturas podem ser rotuladas de forma errada durante a manipulação, resultando novamente em um erro de identificação. A avaliação da conformidade de biomateriais aplicados à saúde e à bioengenharia é completamente dependente de células adequadas. Da mesma forma, o desenvolvimento de diversos processos biotecnológicos para obtenção de bioprodutos também é dependente de células puras e bem caracterizadas.

Uso e aplicações

A utilização de células em cultura como substratos para a fabricação de produtos e processos em biotecnologia requer verificações repetidas da identidade e da pureza para controle da qualidade. Destarte, a caracterização de uma linhagem celular é vital, não só para determinar a funcionalidade, mas, também, a autenticidade.

 

 


Nossos Endereços

  • Prédio da Rua Santa Alexandrina

    PABX: (21) 2563-2800

    Rua Santa Alexandrina, 416

    Rio Comprido - Rio de Janeiro - RJ

    CEP: 20261-232

  • Campus Xerém

    PABX: (21) 2679-9001

    Av. Nossa Senhora das Graças, 50

    Xerém - Duque de Caxias - RJ

    CEP: 25250-020

  • Prédio da Rua Estrela

    PABX: (21) 3216-1000

    Rua Estrela, 67

    Rio Comprido - Rio de Janeiro - RJ

    CEP: 20251-900

  • Superintendência de Goiás - Surgo

    PABX: (62) 3237-3500

    Av. Berlim, 627

    Setor Sul - Goiânia - GO

    CEP: 74170-110

  • Brasília

    PABX: (61) 3340-1710

    EQN 102/103 - Lote 1, Asa Norte

    Brasília - DF

    CEP: 70722-400

  • Superintendência do R. G. do Sul - Surrs

    PABX: (51) 3342-1155

    Rua 148, s/nº

    São Geraldo - Porto Alegre - RS

    CEP: 90240-581

Inmetro © 1993 - 2014. Todos os direitos reservados.